.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

sexta-feira, 17 de maio de 2013

E A RÁDIO CULTURA HEIM? ACABOU?


Paulo Afonso, um ponto de vista na Radiodifusão.

Os patrões da radiodifusão de Paulo Afonso.

Paulo Afonso é uma cidade que possui 03 emissoras de rádio, duas convencionais e outra comunitária.

São emissoras distintas, a primeira a surgir, a fênix Rádio Cultura de Paulo Afonso, a pioneira na radiodifusão de Paulo Afonso, tida como uma escola para formar profissionais do rádio.

Foi na Rádio Cultura onde tudo começou, por ser a primeira ousou em lançar na cidade o Rádio jornalismo, que começou com Luiz Brito e Tony Filho, nasce à idéia de criar o programa jornalístico ‘’RONDA’’.

Quem não se lembra dos tempos de Sargento Martins, do mega empresário Alonso da Pesqueira, do Nicolson Pai, Rudival do Cine Coliseu, Ex-Prefeito José Ivaldo o homem dos Royalties dentre outras personalidades Pauloafonsinas.

Muitas dessas personalidades foi manchete do rádio Jornalismo da Cultura AM e FM de Paulo Afonso.
A rádio Cultura formou grandes Radialistas, a exemplo de Ozildo Alves, Hélio Remigio, Bob Charles, Tony César e o próprio Tony Filho.

A inveja, ódio, vingança e sobre tudo interesses pessoais levaram a surgir a Rádio Bahia Nordeste na tentativa de derrubar a audiência da Cultura.

De lá para cá a emissora AM tem sobrevivido com profissionais que passaram pela escola ‘’Cultura’’.
A Rádio Bahia Nordeste não conseguiu formar nenhum profissional de renome, os profissionais que se destacaram sempre foram ‘’crias’’ de sua concorrente, a exemplo de Ozildo Alves na época estrela maior da emissora.

Após a saída de Ozildo, a Bahia Nordeste não conseguiu até hoje revelar o substituto do ‘’papa da comunicação’’, com um jornalismo considerado pelos críticos como ‘’confuso e rebelde’’ a Baiana de noticias ver no executivo Municipal e no Grupo político dos ‘’Deuses’’ a força para continuar existindo.

No mundo da mídia eletrônica, a rádio Bahia Nordeste pouco fez em relação à concorrência, com um site de formato ‘’amador’’ e uma redação que assassina diariamente a língua portuguesa, a direção parece não encontrar o ‘’prumo’’ certo para navegar nas primeiras filas dos acessos dos internautas.

O fato é que, diante da fragilidade da Rádio Cultura que já dura uma década, a Rádio Bahia Nordeste encontra forças para respirar no rádio Jornalismo local.

Pela primeira vez a direção da emissora AM 950 KHZ investiu pesado no seu jornalismo e vem se sobressaindo em relação há sua hora concorrente que procura sair da ‘’escuridão’’ repentina que a assola diariamente.

Matéria enviada por email.

FONTE: http://www.marcioomena.blogspot.com.br/2013/05/paulo-afonso-um-ponto-de-vista-na.html#more

0 comentários