.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

domingo, 2 de junho de 2013

ABARÉ NO SERTÃO BAIANO RECEBE QUASE DOIS MILHÕES DE REAIS PARA COLOCAR CRIANÇAS EM ESCOLA DE TAIPA



Sem justificativas plausíveis, crianças foram retiradas de uma sala de aula, em edificação mais dígina e largadas como cachorros sem donos, em casa de taipa, caindo aos pedaços; sem a mínima estrutura para ministrar aulas e até agora nem o Conselho tutelar e nem o Ministério Público, fizeram algo para impedir a situação caótica em que os pequenos estudantes estão sendo submetidos. É caso grave e de polícia e os responsáveis precisam responder nos termos da Lei, pois o dinheiro do FUNDEB está na conta e deve ser utilizado para a educação, afinal de contas foram quase dois milhões de reais, cujo resultado é a acomodação de crianças em verdadeiras pocilgas fantasiadas de salas de aulas.O fato foi registrado pela vereadora Carol Pires (PT) no Castainho, zona rural de Abaré. A vereadora se deslocou até a comunidade para averiguar a denúncia de uma mãe sobre as péssimas condições da escola local. “São cerca de quinze crianças, da alfabetização ao quinto ano, que estudam em uma única sala, misturando conteúdos e prejudicando o aprendizado. É lamentável que em pleno século XXI a gente ainda encontre esse tipo de situação. Porém, é um fato comum em diversas localidades do município e o que mais me chamou atenção foi a estrutura da escola: uma casa de taipa”, lamentou Carol.
Como disse a vereadora, a escola Santa Terezinha funciona em uma pequena casa de taipa sem a mínima condição de funcionamento e está localizada na comunidade do Castainho, zona rural do município. De acordo com os moradores da localidade a casa onde está localizada a escola foi construída há mais de 20 anos e estava abandonada. Um perigo para professora e alunos.
Carol prometeu levar o assunto à tribuna da Câmara e cobrar ações do prefeito Benedito Pedro da Cruz (PMDB). “A garantia do padrão de qualidade é um dos princípios da Lei de Diretrizes e Bases da educação nacional. O poder público que tem a obrigação de oferecer ensino gratuito e de qualidade e a não efetivação desse princípio implica na má qualidade do ensino na cidade de Abaré”, finalizou a vereadora que entrará com denuncia no Ministério Publico


Leia mais: http://www.chorrochoonline.com/news/abare-ba-escola-funciona-em-casa-de-taipa/






VEJAM QUANTO DINHEIRO A PREFEITURA RECEBEU DO FUNDEB, PARA COLOCAR CRIANÇAS EM ESCOLA DE TAIPA PARA ESTUDAR: R$ 1.223.811,13












0 comentários