.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

terça-feira, 15 de outubro de 2013

A DIVISÃO DO PODER EM PAULO AFONSO, NA BAHIA E A FARSA DA OPOSIÇÃO POLÍTICA

A REGIÃO DE PAULO AFONSO E ADJACÊNCIAS TEVE O PODERIO DISTRIBUÍDO ENTRE DOIS CLÃS  
SANTA BRÍGIDA E GLÓRIA PARA OS NEGROMONTES
PAULO AFONSO PARA OS DEUSES



Só cego não enxerga as coincidências fabricadas: O deputado do PT Paulo Rangel que já fez oposição a Anilton Bastos, agora vive com o mesmo a tiracolo para abrir as portas do governo Wagner para o prefeito acusado de  crime de improbidade (COISA GRAVE), o prefeito Anilton é cria e servidor assíduo do Deputado Federal Luiz de Deus, chefe político da cidade, que está no poder local por mais de 20 anos;este por sua vez é opositor ferrenho de Dilma Roussef e de Jaques Wagner. Para conviverem em paz e em nome da governabilidade o deputado Federal Mario Negromonte que teve um punhado de votos em sua própria terra natal, assegurou a eleição de sua esposa Ena Wilma da cidade de Glória, vizinha de Paulo Afonso, 10 minutos de carro. Por coincidência todos anunciam na rádio do deputado Luiz de Deus, mas não anunciam uma única virgula na radio Cultura de Paulo Afonso, mesmo sabendo que a segunda rádio tem duas emissoras de 10 quilohertz de potencia, enquanto a rádio privilegiada tem no máximo 1 quilohertz,em uma rádio AM. do mesmo jeito a cidade de Santa Brígida, pertinho de Paulo Afonso, fez seu prefeito ligado ao clã dos Negromontes. Ou seja para não brigarem entre si, e continuarem todos como farinha do mesmo saco, os territórios foram loteados e bem demarcados, cabendo a cada um , o seu quinhão, ainda que orbitem na mesma esfera celestial dos Deuses.
Para um povo não muito politizado fica difícil mudar esse quadro, enquanto muito se denuncia da sangria dos cofres públicos da cidade de Paulo Afonso, haja visto o processo por crime de responsabilidade que responde o prefeito em Brasília.
Quem na verdade ganha com esse jogo de gato e rato é o governador, que pelas beiradas vai construindo seu caminho para assegurar as eleições do seu partido, sabendo separar na hora certa o joio do trigo. Pois em balaio de gatos, fica difícil saber quem é pardo e quem é o gato negro.

0 comentários