.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

SEGURANÇA EM PAULO AFONSO FICOU CEGA OU ZAROLHA?

2ª etapa do Plano Piloto de Monitoramento de Paulo Afonso esta parada há 9 mesesLuiz Brito DRT/ BA 3.913com Morena Produções




Foto - Pauloafonsonotícias
O comandante do 20º Batalhão de Polícia Militar de Paulo Afonso, tenente  coronel Josemar Pereira Pinto inagurou em abril do ano passado um Projeto Piloto de Vídeo Monitoramento com objetivo de garantir mais segurança à população.  O primeiro ponto a receber o monitoramento em Paulo Afonso foi  o PCTRAN, localizado na entrada da cidade. na ocasião do lançamento, estavam presentes o prefeito Anilton Bastos Pereira; o comandante da 20º BPM, Major Josemar Pereira;  os secretários municipais, Jânio Soares, Luiz Carlos de Carvalho e o vice-prefeito, Jugurta Nepomuceno Agra. Durante o evento,  se falou  na  importancia de  parcerias com os comerciantes locais, empresários, CDL, ASCOPA, para que a Prefeitura junto com esses parceiros, através dessa  iniciativa da Policia Militar, pudesse também viabilizar a implantação do projeto.Entretanto, mesmo com tantos parceiros de peso, com a Prefeitura de Paulo Afonso no meio, o projeto do 20º BPM,   ficou campo das boas intensões.
A idéia inicial era  espalhar cameras  em pontos estratégicos da cidade e nos distritos.  Um estudo preliminar identificou 30 locais estratégicos onde o monitoramento poderia  funcionar como os olhos dos órgãos de segurança na cidade.  As imagens geradas por essas cameras  seriam  transmitidas  para a central de Operações da PM no  PCTRAN , que faria  o acompanhamento de uma ação policial  se necessario fosse.
O prefeito Anilton  em seu pronunciamento destacou  a importância da iniciativa da Policia Militar e mostrou interesse na instalação do vídeo monitoramento em outros pontos da cidade. "É uma ação que sem dúvida trará mais segurança à população, já que a fiscalização eletrônica inibe novas ocorrências e pune quem cometeu infrações. Na ocasião  o representante da empresa Protezione em Paulo Afonso, depois do estudo da localidade  afirmou ser  possível que toda a instalação das câmeras possa estar em pleno funcionamento em até uma semana.  Nove meses depois, o projeto que era para ser  os "olhos dos órgãos de segurança", estagnou.

0 comentários