.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

sábado, 29 de novembro de 2014

PAULO AFONSO: RADIO CULTURA PEDE INDENIZAÇÃO DE UM MILHÃO CONTRA VEREADOR

A RÁDIO CULTURA DE PAULO AFONSO ENTROU COM UMA RECONVENÇÃO PEDINDO INDENIZAÇÃO DE UM MILHÃO DE REAIS
 
 
 
 
 
 
Após ser processada por um vereador da cidade de Paulo Afonso; que inclusive responde a diversos processos e é investigado em Pernambuco, a Radio Cultura de Paulo Afonso, foi surpreendida com uma ação judicial ,com pedido de liminar após uma ano e cinco meses transcorridos do termino do programa "patrulha". Na ação o vereador alega que foi "desmoralizado" e que faz jus a uma indenização, quando da época do programa patrulha teria sido chamado de assassino pelo jornalista Cecílio Almeida. Sucede que o sinônimo de homicida é assassino e quem mata é assassino, cujo nome bonito para a palavra é homicida. Talvez o vereador valentão , que já  correu atrás de outro vereador pra bater, já bateu em mulher; preferisse ser chamado de homicida.
A defesa então foi feita pelo renomado advogado Jimmy Brito, que ao fazer a contestação, também ingressou com uma reconvenção; situação processual que o Réu também passa ser autor e pede a condenação da outra parte. Bem , se o vereador perder, poderá pagar uma indenização de UM MILHÃO DE REAIS, cujo pedido foi para ser doado integralmente ao abrigo dos idosos de Paulo Afonso; "Lar Vicentino"; pois dentre as alegações sustentadas pelo advogado ; encontra-se a de que a liminar fora concedida após um ano e cinco meses; quando o programa já não mais estava no ar e que o próprio processo em si já causaria abalo para transtornar a Radio Cultura de Paulo Afonso. O vereador é mau visto e já foi tido até como persona non grata pela própria câmara dos vereadores da cidade; ele continua falastrão e "dono da verdade" tentando intimidar a imprensa, jornalistas e políticos locais. Informações dão conta que o mesmo se encontra na mira da Polícia Federal, em função da auditoria  feita no SUS, aguardemos !


0 comentários