.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

A IMPRENSA QUE MATA!!!


Caso Eloá.


Sem a mínima chance, o bandido Lindemberg matou a ex namorada Eloá.


Sem dúvidas, a imprensa, insensível, colaborou para o desfecho trágico; haja vista, que deu tanta atenção ao caso e que acabou estimulando o ego maluco do louco Lindemberg.


Na verdade em casos como esses, nos Estados Unidos, a imprensa não tem vez de entrevistar ao vivo marginiais de última hora como o tal do Lindemberg.


Vejam que a imprensa somente atrapalhou; anunciava a todo o instante os passos da polícia, mostrando os locais e alvos da mesma, inclusive com a provaveis estratégias de invasão. E ao meu ver, não foi porque havia um comovido noticiário nacional; mais sim, porque toda estrategia usada pela imprensa não passava de marketing para auferir pontos no IBOP e com isto aumentar os lucros universais, globais ou sbtianos....

Entrevistas ao vivo, via telefone para rádios e emissoras de tv's, somente elevou a moral do assassino, que ganhou campo para se sentir forte e notoriedade em nível nacional.

Ah! era só uma criança de 22 anos , apaixonada e sem antecedentes criminais... - Vá dizer isso agora à família da Eloá ou a ela própria no caixão!


A imprensa livre, que não respeita a ética, deveria ter um mínimo de apreço pelo ser humano, todos eles, sem excluir nenhum; pensam tão somente (os seus diretores comerciais) no IBOP e com isto os lucros que os comerciais elevisivos poderiam ou podem dar.


Fechados, isolados em si mesmo - policia, vitima e sequestrador- , poderiam ter resolvido essa questão de forma menos dolorosa e até sem maior repercursão pública.


O louco ganhou fama e não passa de um bandido e a vitima findou-se, tá morta!


Valeu a pena manter a sociedade informada a este preço?

0 comentários