.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

VAMOS ROUBAR, PORQUE NÃO DÁ EM NADA MESMO!


VAMOS ROUBAR, PORQUE NÃO DÁ EM NADA MESMO!


Por: Cecílio Almeida Matos*


Vamos roubar com gosto, meter a mãos nos cofres públicos, lavar a “jega” e fazer a farra com o dinheiro público. Com esse pensamento o cidadão comum acredita que este é o valor convicto a ser admitido como verdade, porque afinal de contas, não dá em nada mesmo. Ou por covardia, ou por omissão o fato é que os gatunos metem a mão no dinheiro  público, ficam ricos, acham isso perfeitamente normal e ainda posa de bacana, de porreta de gente de bem.
Um coitado, idiota, diz que se suicidou porque ficou 10 dias esquecido na cadeia, porque teria roubado uma garrafa de cachaça.
Enquanto isso, sem remorso algum os gatunos, pagam suas contas telefônicas pessoais com o dinheiro público, assassinam grávidas em hospitais públicos, contratam bandas superfaturadas e o assunto se dar por encerrado.
A quem recorrer? Se pergunta um cidadão mediano, comum de inteligência regrada e visão intelectual sinuosa.
Ora..ora..ora, se todos podem roubar, furtar desgraçar com a vida de milhares de pessoas pobres e desempregadas, porque não fazer o mesmo? Roubar a casa de um vereador? Ou a filha de um político? Ou sumir com o patrimônio da cidade tais como fios de cobre, postes de iluminação, tubulação, orelhões públicos ,em fim roubar..roubar... porque agora a regra é roubar, meter a mão e se fazer de homem de bem e de vítima.
Alguns compram ilhas, outros compram caminhões, outros adquiriam farmácias, redes de farmácias...E as migalhas a título de bolsa morta fome fica como sobras para as pessoas humildes...essa patuléia desvairada que se satisfaça sem emprego e com as migalhas das esmolas concedidas.
A bola da vez é roubar, porque ninguém faz nada, ninguém dá resultados aos reclamos da sociedade. Talvez já esteja na hora de se solicitar providencias para mudar de cidade algumas autoridades locais.Porque do jeito que vai, com tanta inversão de valores, o que sobra é  unir-se ao grupo de larápios e roubar também. Mas roubar o que? O que sobrou para novos participes roubar? Bagatelas? Litros de cachaça? Porque o grosso os “santos de pau oco” já meteram a mão, atocharam com gosto na rosca do povo que este, desvairado, não se dar conta que rir-se da própria miséria.
Pelo jeito roubar em Paulo Afonso é massa! É prazeroso e não dá em nada, os cofres públicos podem ser assaltados descaradamente com celebrações de contratos sem licitação. E pode? Pode. Em Paulo Afonso, terra “dos amigos dos amigos”, pode-se tudo e todo mundo de bico calado. Cada um come um pouquinho, outros comem um pouco mais...mas que pode , pode... a patuléia que fique com o bolsa morta fome.
E a covardia de quem deveria coibir esse tipo de coisa é pior ainda...porque fazem um oba, oba mas continuam “pianinhos’ silentes, deixando a galera enriquecer as custas do dinheiro público.
PODE? POOOOOOOOOOOODE, em Paulo Afonso  pode tudo Mané!

*Cecílio Almeida Matos é membro do Movimento Nacional de Combate a Corrupção e luta no Congresso nacional pela aprovação da CPI da corrupção. Ah, é cidadão indignado taambém.

0 comentários