.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

PAULO AFONSO BAHIA- TERRA DA CORRUPÇÃO, EX SECRETÁRIO DO ATUAL PREFEITO ACUSADO DE DESVIO DE UM MILHÃO DE REAIS

COMO É FÁCIL E SEDUTOR METER A MÃO NO DINHEIRO PÚBLICO EM PAULO AFONSO, NA BAHIA E SAIREM TODOS IMPUNES,UNS PROTEGENDO OS OUTROS. CADA QUAL RECEBE O SEU CALABOCA E ASSIM, SE FAZEM VISTAS GROSSAS...TERRA BOA PRA FICAR RICO DA NOITE PRO DIA É PAULO AFONSO, LONGE DE TUDO E DE TODOS É PRAZEROSO PARA MUITOS DAQUELA CIDADE LITERALMENTE ROUBAREM O DINHEIRO PÚBLICO,POIS COM PROTEÇÃO DAS PESSOAS CERTAS NINGUÉM FICA PRESO POR AÇAMBARCAR O DINHEIRO DO POVO.
POVO ESSE QUE SE COMPORTAM COMO VERDADEIROS CORDEIRINHOS, MANSINHOS, MANSINHOS...


Desvio em 2011 na saúde em Paulo Afonso é de 1 milhão de reais, segundo auditoria do SUS
Tamanho da fonte:

Crédito: Notícias do Sertão


É isso mesmo! 1 milhão de reais, foi o que detectou a auditoria 12209, realizada pelo governo federal, através do SUS – Sistema Único de Saúde. Técnicos do ministério da saúde realizaram auditoria nas contas da secretaria de saúde de Paulo Afonso/BA, no ano de 2011, onde várias irregularidades e desvio foram constatados e os gestores responsabilizados.

Vários desvios e irregularidades foram encontrados pela auditoria do SUS, veja Alguns:

1. Dos recursos repassados do fundo de saúde no valor 58.000,00 (cinquenta e oito mil reais), para saúde bucal, o município deixou de comprovar despesas no valor de 8.449,80 ( Oito mil, quatrocentos e quarenta e nove reais e oitenta centavos), que tiveram movimentação através de extrato bancário (página 4/37 do relatório).

2. Utilização indevida dos recursos da atenção básica (PAB Fixo, PACS, PSF e saúde Bucal) para as despesas de obrigações patronais(INSS), tendo o município que realizar o ressarcimento no valor 901.976,85 ( Novicentos e um mil, novecentos e setenta e um reais e oitenta e cinco centavos. (página 5/37 do relatório)

2. Desvio de 45.737,58 da Atenção Básica/PAB Fixo, para pagamento de despesa com coffee break (Cochinhas, pasteis, empadas...). (pagina 5/37 do relatório)

3. Não manutenção preventiva nas Unidades Móveis de saúde (ambulâncias), levando a paralisação total das ambulâncias. Ao tempo em que não apresentou os manuais de manutenções solicitados pela auditoria(pagina 5/37 do relatório)

4. Incompatibilidade no Cadastro Nacional de Estabelecimento dos profissionais das Equipes da Saúde da Família – ESF, sendo que o quantitativo cadastrado no CENESnet divergi do relatório aprestado pelo município (pagina 7/37 do relatório).

5. Em visita, foram constatados que Unidades Básica de Saúde – UBS não possuíam Alvará de Licença para Funcionamento expedido por autoridade sanitária, infringindo o inciso ll, Artigo 10 da lei 6.437 de 20/08/1997. (pagina 8/37 do relatório).

Ao final do relatório, que é composto de 37 paginas, com extratos bancários coprovando as irregularidades, o Coordenador e funcionário do ministério da saúde e responsável pela auditória, responsabiliza o gestor da época, Luiz Aureliano de Carvalho Filho e o obriga a devolução do dinheiro aos cofres públicos.


1 comentários

Natinho de Tida 24 de outubro de 2012 09:45

Cecilio o "povo é bomzinho demais", e de presente um mandato pro dito cujo secretário, chego a pensar que isso não é coisa do povo.

A propósito, me responda, Paulo Afonso recebe royaltis? Se recebe, quem de direito fiscaliza? Onde está sendo investido?

Acho que o povo gostaria de saber?

Aguardo...