.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

SUPLENTE DE DEPUTADO FEDERAL LUIZ DE DEUS NÃO É BURRO


SE TEM UMA COISA QUE O DEPUTADO LUIZ DE DEUS NÃO É; É SER BURRO


Travei conhecimento pessoal com o deputado Luiz de Deus em 2003, quando numa contenda com a UNEB ele mostrou-se solícito, muito embora não comungue mais de seus princípios ideológicos e não tendo nenhum interesse que o mesmo viesse a ser o deputado federal substituo de ACM NETO, tenho por Luiz de Deus respeito.
Entendo que o mesmo já em idade avançada, deveria definitivamente deixar a política para quem quer fazer política de novas formas, sem apadrinhamentos e apaniguados.
Pois bem, nessa nova era,de visão politicamente correta terminou a influência e luta-se pelo término da ingerência política no judiciário e desta forma tenho certeza, o Deputado não meterá a mão em cumbuca para defender ou acusar juiz algum, como fizera no passado recente. Sabemos todos de quem estamos falando e que magistrado algum pode ficar numa comarca enraizado por quase 20 anos, mantendo relação de afeto e amizade entre os jurisdicionados.
O  Tribunal de Justiça da Bahia está oxigenado , renovado com novos desembargadores e hoje tem entre seus pares juízes abnegados e seriíssimos ,sem contaminação político partidária quando o assunto for matéria processual.
Desta forma o coronelismo chega ao final e a eleição de ACM NETO, deve-se ao cabo eleitoral mor que foi justamente o governador Jaques Wagner . Os servidores mostraram que não estavam preocupados em eleger o “carlismo” e sim dar o troco no PT e no Governador. Não teve Presidente Dilma certa e a voz e vez do MPDB é eleger o presidente da republica na hora certa.
Bem, de sorte que repito, o Deputado sabe que uma limpeza ética e moral no combate á corrupção está a caminho, em Paulo Afonso, se alguma autoridade do judiciário pensa que haverá protecionismos políticos, está redondamente enganado. Nesse vespeiro, com imprensa e holofotes em cima , cobranças do povo; certamente o que o deputado  não fará é colocar  mão no fogo por quem quer que seja. Ainda mais na eminente possibilidade de atuação e fiscalização do CNJ, nas mãos do Ministro Falcão, na cidade da energia.
Paulo Afonso não comporta mais a corrupção deslavada e escroque a qual submetem seu povo, não permite mais falcatruas e oligarquias construídas num feudo acobertado desde a construção da poderosa CHESF, que agora começa a combalir-se das pernas.
Sob pena de sofrer até uma cassação por falta de decoro parlamentar o Deputado Federal suplente, não haverá de incorrer em riscos para defender quem não deve ser defendido.
Como disse, uma coisa tenho certeza, Luiz de Deus burro não é.

0 comentários