.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

CARTA RENUNCIA DA PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF É MENTIRA

A DIREITA GOLPISTA INVENTOU UMA CARTA RENUNCIA QUE NÃO EXISTE



Em seu discurso hoje, em Boa Vista,  a Presidenta Dilma afirmou que respeita a democracia e que seus eleitores seriam respeitados, com o término do mandato da mesma. Em ligação feita diretamente para a Presidência da República, para a secretária de comunicação, este jornalista foi informado que não havia citação de fontes no boato espalhado na rede social Facebook e que em momento algum procederia e que portanto a melhor resposta seria o discurso da Presidenta, que poderia ser acessado no próprio Facebook da mesma. 
O que se verifica é a construção de um momento de torpor social e coletivo, criado pela direita e difundido pelo mídia marrom visando abalar o governo , com um "golpismo" que jornalistas oportunistas ajudam a construir, visando colaborar com a instabilidade do governo e que poderia repercutir diretamente na economia; como se já não bastasse os gastos irresponsáveis que a Câmara de Deputados vem autorizando, gerando uma despesa que tornará para qualquer administrador público inviável o controle das  rédeas econômicas da Nação.
É falta e muita, de responsabilidade, de quem tenta a todo custo, capitaneado por um "acelerado" como Aécio Neves, montar um golpe contra a Presidenta, que muito mais pela mídia do que pela insatisfação popular tem sido alvo de violenta e acirrada campanha de desconstrução da imagem da mais alta autoridade da Nação brasileira.
De boatos, Senhores golpistas, não se faz um país de progresso e desenvolvimento. Os políticos, comprados com propina e que estão envolvidos em denuncias como o Deputado Cunha, mais cedo ou mais tarde serão alcançados pela operação "lava jato" e não será a Presidenta a responsável para prende-los ou salvar-lhes a pele.
Na página do Face da Presidente por ser lido o discurso da mesma, que em momento algum fala de carta renúncia. Um cidadão que escreve um absurdo desses, não pode ser acreditado. 
 Disse a Presidenta em letras garrafais:
"O Brasil hoje é muito diferente daquele Brasil em que eu tive de enfrentar as mais terríveis dificuldades. Por quê? Porque esse País é uma democracia, e uma democracia respeita, sobretudo, a eleição direta pelo voto popular. Eu sei o que é viver numa ditadura. Por isso, eu respeito a democracia e o voto, e podem ter certeza que, além de respeitar, eu honrarei o voto que me deram. A primeira característica de quem honra o voto que lhe deram é saber que é ele a fonte da minha legitimidade, e ninguém vai tirar essa legitimidade que o voto me deu." (Dilma Rousseff)

0 comentários