.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Entre a cruz e a espada

ENTRE A CRUZ E A ESPADA; ENTRE A CORRUPÇÃO E A DECÊNCIA:
PAULO SERGIO É EXEMPLO VIVO DE UM BRASIL DE MISERÁVEIS.



Por: Cecílio Almeida Matos*


Um político, servidor federal é preso por corrupção e formação de quadrilha; sob si pesa a acusação de um desvio de 11 milhões de reais e algumas centenas de vítimas. Passados 20 meses é posto em liberdade, não porque fora absolvido das acusações, pois ainda encontra-se pendente de julgamento o recurso que clama pela absolvição de uma condenação já confirmada.
Este cidadão que regressa á câmara de vereadores como se nada tivesse acontecido é o retrato inequívoco do Brasil mal formado, mau preparado, esfomeado e que acomodou-se a viver de migalhas e bolsa família. É o país do paradoxo, onde figura como uma das maiores economias do mundo, porém distribui mal suas riquezas e faz com que milhões de brasileiros passem fome.
Uma sociedade evoluída iria para as ruas reclamar contra o retorno de um político, um homem público acusado e condenado por corrupção. Não se trata de condená-lo ou absolve-lo, mas de reconhecer que contra um homem público não podem pesar dúvidas que permeiem nas consciências dos eleitores e cidadãos a indignação. A indignação da simples acusação levaria um político no Japão a pedir demissão, ou mesmo na Alemanha. Nos Estados Unidos escândalos sobre aventuras extraconjugais derrubam governadores e presidentes. No Brasil colônia, dos tempos modernos, trata os eleitores como verdadeiros imbecis, idiotas e tem a cara de pau de forçar goela abaixo que um cidadão desse conviva com seus pares, fingindo que nada houvesse acontecido.
A culpa não é de político corrupto, do Brasil morta fome; a culpa é do povo que prefere receber de mão beijada o que deveria por competência e orgulho conquistar. Já é chegada a hora de se lutar contra a corrupção nesse país de políticos espertalhões, brigar por leis severas e cobrar de instituições como a OAB, Igrejas e Ministério público participações mais efetivas dentro do Congresso Nacional.
Os poucos políticos sérios que restam, deveriam brigar e levantar a bandeira por combate a corrupção e obstacular que homens públicos denunciados (tão somente denunciados) possam regressar ás suas funções como se nada houvesse acontecido.
Com onze milhões de reais, do resultado da corrupção poderiam ser construídas inúmeras escolas, aumentar os salários de algumas dezenas ou centenas de professoras. Ampliar programas sociais de combate ao vício e incentivar o esporte para centenas de jovens.
O corrupto é tão perigoso quanto o latrocida que rouba para matar. Com um tiro o latrocida por dependência do vício tira uma única vida; o corrupto com uma única “canetada” tira a vida de  milhares de famílias. E a matemática é muito fácil de apurar, basta  calcular e levantar os escândalos de corrupção e seus valores nos últimos 20 anos e chegaremos a cifras bilionárias.Cujos responsáveis nem ficaram presos e pior: NÃO DEVOLVERAM O DINHEIRO AOS COFRES PÚBLICOS.Eles os corruptos são tão execráveis quanto os traficantes.
Despudoradamente, um político regressa á casa, mesmo acusado de corrupção e formação de quadrilha. Literalmente o mesmo estará em casa, pois “o bom filho, a casa torna”. Resta saber quantos políticos da casa do povo, da câmara de vereadores de Paulo Afonso, estarão á vontade para chamar o dito vereador recém empossado de “COLEGA”.


4 comentários

JUNIOR

TOLERANCIA ZERO PRA TODO DESVIO DE CONDUTA.

Cícero Matos

PURA VAGABUDAGEM, ADVOGADO QUERENDO SE PROMOVER E VENDER SEU PEIXE, AGORA FICA DEFENDENDO CORRUPITO.

Anônimo

Parabéns pela sua coragem e determinaçao,em lutar por esse povo Brasileiro que apanha tanto mais nunca aprende,um povo que nao tem coragem de se unir,e protestar numa hora dessas,para acabar de uma vez por todas com corrupitos desse tipo.

Anônimo

cecilio o comentario é que o proximo Slogan da campanha de Paulo sergio será "Votem no RA.. do INSS,pois tem charme e competência na cãmara".