.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

COMO EXPLICAR? PREFEITURA DE PAULO AFONSO GASTA 500 MIL COM SHOW E RECEBE DO GOVERNO ESTADUAL 200 MIL PRA SECA LOCAL


Estado libera verba de R$ 200 mil para amenizar efeitos da seca em Paulo Afonso
Redação ASCOM/PMPA
redacao@ozildoalves.com.br


Crédito: Divulgação

Apesar da cidade de Paulo Afonso ser banhada pelo Rio São Francisco, enfrenta problemas devido à escassez das chuvas, inclusive com decreto do estado de emergência pelo prefeito Anilton Bastos, desde dezembro de 2011. São quase oitenta povoados situados na área rural.
Para amenizar estes efeitos o prefeito solicitou ao Governo do Estado verba para o abastecimento de água nas comunidades rurais. O montante de R$ 200 mil foi liberado e será utilizado nos próximos três meses.
Segundo o coordenador do Departamento de Fomento Agropecuário (DEFA), Geraldo Carvalho, o montante será somado ao valor disponibilizado mensalmente pela Prefeitura para o abastecimento de água por meio de carros-pipas, que atualmente está em torno de R$ 160 mil. "Com esta verba disponibilizada pelo Governo do Estado, teremos cerca de R$ 66 mil a mais, nestes três próximos meses, para reforçar o provimento de água nas comunidades rurais, que têm sofrido bastante com esta seca", falou Geraldo.
A Prefeitura disponibiliza ainda 28 carros-pipas para o abastecimento e nove tratores, uma vez que algumas localidades são de difícil acesso. Além do carro-pipa, a gestão municipal vem desenvolvendo outras ações para este período de estiagem. O cartão magnético, intitulado Vale-Água, é uma dessas realizações e beneficia famílias da área rural com o valor de R$ 60.00, correspondente a uma carrada d'água que vale no comércio privado.
A quantidade de cartões distribuídos ao homem do campo é de acordo com a necessidade mensal e já estão sendo usados em diversas comunidades. O DEFA implantou este sistema depois de ter feito uma triagem na distribuição e ouvido as reclamações dos beneficiários do serviço.
MEUS COMENTÁRIOS:
Como pode uma prefeitura que gastou 500 mil reais para pagar shows no evento copa vela, e depois receber 200 mil reais do governo estadual para combater a sede na zona rual.? chega ser criminosa uma atitude dessas.
Se gastou 500 mil em festas, como pode reclamar dinheiro pra seca na zona rural?

1 comentários

reporteramadorsbufchesf 9 de novembro de 2012 00:13

KKKKKKKKKKKKKKKK. QUE SECA????
AH!!! MEU LEMBREI!!!
FOI ANILTON QUE CORTOU A ÁGUA DA ZONA RURAL DE PAULO AFONSO COM RAVIA DA VITORIA DE DILMA ROUSSEF COMO PRESIDENTE DO BRASIL EM 2010...