.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

MEDICO LUIZ AURELIANO ACUSADO PELAS MÃES DOS RECÉM NASCIDOS QUE FORAM A ÓBITO ; AFIRMA QUE A CULPA É DE FALTA DE CONDIÇÕES

Médico Luiz Aureliano de Carvalho Filho dá entrevista em rádio na cidade de Paulo Afonso-Ba e afirma que pedirá licença médica do hospital da CHESF



Na data de hoje, por volta das 15:00 horas, o médico acusado pelas vítimas, mães dos bebês mortos, esteve numa rádio local para afirmar que pedirá licença da maternidade do hospital da CHESF e que com isso a comunidade da cidade de Paulo Afonso, perderá muito, com a capacidade dele. Ainda ironizando, afirmou que deverá estudar para concurso e quem sabe vir a ser professor de medicina da UNIVASF.

A julgar pelo título de "mestrado" que o mesmo diz ter, os futuros alunos estarão aptos a fazerem exatamente igual o que o médico tem feito,sob a acusação das mães: dá termo ao parto com resultado morte.
Afirmou ainda que processaria os sites por danos morais, como se o evento jornalístico não fosse caso de notícia; em tom ameaçador, concluiu que quem perdesse na justiça pagaria a indenização e se não pagasse iria preso, pedindo celeridade á justiça.
Aproveitando a deixa, entendemos que efetivamente a justiça, no caso do médico Aureliano deve ser célere e não demorar tanto quanto está demorando no caso Rosselma (estudante de direito e servidora federal) que segundo fontes sigilosas afirmaram que o laudo cadavérico do IML, assegurava que a morte da estudante não teria sido uma fatalidade,indicando a provável negligencia . O que não se sabe é porque, passado mais de um ano, caminhando para dois; o processo não foi para ajustiça criminal de Paulo Afonso.
Agora, com o jeito arrogante e presunçoso de sempre, afirma que comprou um paletó novo, com gravata vermelha do PT, para sua cerimônia de posse.Como se a gravidade do caso fosse realmente política e  não um caso de polícia.
Quem delimita a responsabilidade penal do médico não é CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA e sim o IML com o laudo cadavérico e os peritos médicos legistas, combinado com a investigação policial. - É DE SE SALIENTAR QUE A DELEGADA MIRELA MATOS NÃO SE VENDE, É INCORRUPTÍVEL E INTEGRA O GRUPO DOS "INTOCÁVEIS".
A imprensa livre tem é que fazer isso mesmo, denunciar e expor as vísceras dos fatos.
Segundo o médico Aureliano, em sua entrevista, todos os médicos estariam com medo de trabalhar, para não correrem riscos de serem processados.
Particularmente quem deve temer alguma coisa é quem  não tem competência para exercer o mister profissional ao qual sua especialização (ou falta dela) está vinculada. Aquele que não tem a titulação e o registro de especialista para tal atividade JUNTO AS ENTIDADES CORRELATAS E JUNTO AO CREMEB; DEVE E PRECISA RESPONDER CIVIL E CRIMINALMENTE PELOS SEUS ATOS.
Não se fala em morte, nas mãos de médicos como se fosse algo perfeitamente normal.
A justiça será feita, o médico já está sendo investigado, somado a isso com o fato do relatório do SUS que afirma o desvio de quase um milhão de reais sob a responsabilidade do médico, que outrora fora Secretário municipal de saúde e agora, está as vésperas de ser vereador. Particularmente o Movimento Nacional de Combate a Corrupção no Brasil, já deverá ingressar  com um pedido cautelar de suspensão da posse do médico, ainda que temporariamente.

Talvez o terno novo seja para uma outra ocasião.

No caso da vítima Rosselma, a redação desse blog tomou conhecimento que a certa altura da agonia da vítima para ter o filho, enquanto aguardava o parto e gritava, um médico teria vociferado:

"manda esse caralho calar a boca..."

APENAS PARA RELEMBRAR O DEPOIMENTO DE UMA DAS MÃES (VÍTIMA):




0 comentários