.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

terça-feira, 9 de julho de 2013

MÉDICO E VEREADOR DO PT, LUIZ AURELIANO, NA CIDADE DE PAULO AFONSO, EXPERIMENTA DO PRÓPRIO FEL

O MÉDICO QUE PROIBIU A ENTRADA NO HOSPITAL DE UM CARDIOLOGISTA PARA SALVAR A VIDA DE UMA PESSOA QUE FALECEU POR FALTA DE CUIDADOS  MÉDICOS DE UM ESPECIALISTA; AGORA É PROIBIDO DE ENTRAR EM HOSPITAL DE PAULO AFONSO, NA BAHIA
ACUSADO DE HOMICÍDIO DOLOSO O MÉDICO É MAL QUISTO POR MUITOS PAULO AFONSINOS.



Exclusivo: Gerente Administrativo da CHESF barra acesso de Aureliano ao HNAS
Luiz Brito DRT/Ba 3.913
Foto Reprodução Ozildoalves
O Gerente Regional Administrativo da CHESF, Augusto César impediu o acesso do  vereador Luiz Aureliano de Carvalho Filho (PT)  nas dependencias do Hospital Alves de Souza. O fato ocorreu na sexta-feira(5) quando  o ex-diretor do  (HNAS), foi surpreendido com  a abordagem do segurança  daquela unidade de saúde, ao ser informado que seu acesso aquela unidade hospitalar  estava temporariamente proibido. " A permanência  deste senhor nas dependencias do hospital só com autorização da direção do HNAS, era a determinação  expressa do APA.
Perplexo, o médico que também é vereador perguntou qual o motivo da restrição e se havia uma algum documento assinado  pelo APA,  com a negativa, Aureliano simplesmente ignorou a abordagem e  seguiu sua trajetória. O parlamentar  justifica: "a Lei Orgânica Municipal faculta o direito do vereador realizar fiscalização em órgãos públicos municipais. Revoltado com a determinação, Aureliano pontuou "Em que pese, o hospital  pertencer a estatal o acesso às suas dependências deve ser permitido a qualquer cidadão.  No quadro em tela  Aureliano  teve  a prerrogativa constitucional de fiscalizar, violada pelo administrador da CHESF.

A proibição da entrada de Aureliano ao HNAS parece ser uma resposta do APA às criticas levantadas por Aureliano na imprensa local, onde para Aureliano, Cesar é o  pivo do caos adminstrativo vivido nos ultimos dias pelo hospital. Por sua vez Augusto não deixou por menos e disse estar  sendo vítima de uma rancorosa cruzada movida pelo legislador municipal que enxerga nele (Augusto Cézar) seu algoz; aquele que lhe destituiu do cargo de Diretor Administrativo do Hospital Nair Alves de Souza e o proibiu de trabalhar naquela unidade hospitalar. Augusto César  afirmou que Luiz Aureliano quando era Diretor Técnico do Nair Alves de Souza teria praticado dupla cobrança por ato médico realizado, o que fere o Código de Ética Médica. Ainda de acordo com César  o médico Luiz Aureliano recebeu indevidamente por um plantão no hospital onde ele mesmo era o diretor. Definitivamente o Sr. Luiz Aureliano não é o tipo de pessoa que Brecht chamaria de “imprescindível., finalizou César. ”



1 comentários

osdoisladosdamoeda 9 de julho de 2013 20:37

Finalmente a justiça foi feita.