.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

domingo, 21 de fevereiro de 2016

PAULO AFONSO-BAHIA: MARIO NEGROMONTE JUNIOR INTIMIDA OS DEUSES

UMA CANDIDATURA QUE PODE VINGAR
MARIO NEGROMONTE É A CHANCE DO NOVO E FILHO DA TERRA




foto: portal Ozildo Alves
A julgar pelo artifício armado pelos Deuses, em figurativamente se dividir, usando a estratégia da "arte da Guerra" - dividir para conquistar- presume-se uma certa aflição da perda da hegemonia familiar.
Paulo de Deus, voltou de Canindé, onde não logrou êxito na política, Luiz de Deus não se elegeu Deputado federal, ficando na suplência, tomou posse como suplente de ACM Neto.
É evidente que o casamento de Mario Junior com Osildo Alves, deixaria e vez os Deuses em aflição, pois, por mais que na política se use de expedientes vis, quando o eleitor quer,não tem quem renegue.
Mario Junior é filho da terra, nascido em Paulo Afonso, é jovem e Osildo Alves a voz do povo na cidade, ainda que tenha que atravessar a divisa de Alagoas.
É evidente que Anilton Bastos com a rejeição popular não emplacaria outro candidato, às pressas, convenceu o decano Luis de Deus ,que estava no PFL/DEM a séculos a deixar a barca e mudar de soslaio para um novo partido da base do governo. Governo esse, que Luiz de Deus sempre bateu com força. Paulo de Deus, querido e amado como administrador se submeteu a estratégia de dividir com o irmão o eleitorado. Assim catalisaria mais votos para a família, pois quem não vota em um pode votar no outro. O importante é não deixar o poder sair das mãos da família e Anilton não tem o prestígio e a eloquência de assegurar uma eleição para  o patriarcado Deusista , na dúvida melhor seria não arriscar.
Então, por mais que falem que Mario Junior estaria envolvido na lava jato, as chances de eleição do jovem, casadinho com Osildo Alves são reais e pragmáticas. Uma oposição inteligente com certeza se aglutinará em um único nome para centrar fogo no seu candidato.
A mesmice de uma administração acostumada a vender ilusões para o povo  e trabalhar com métodos medievais de perseguição afastou o povo desses políticos. Vejam que até quem comeu no mesmo prato e se lambuzou agora voltam-se contra a família reinante, pelo menos dois vereadores que vivam beijando os pés do atual prefeito; agora estão "zangados" porque a boquinha diminuiu... Isso, na verdade expõe as vísceras e a realidade do grupo que se sustenta no poder com uma certa proteção local de quem deveria fiscalizar as urnas.
Pois que venham os novos para a guerra, para a linha de frente e façam uma política diferente para mudar para melhor a cara da cidade e quem sabe, acabe com a corrupção reinante que lá se instalou de forma endêmica.... Mario Junior e Osildo Alves... quem sabe?

0 comentários