.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

segunda-feira, 16 de julho de 2012

EXCLUSIVO: FRAUDE NO HOSPITAL DE PAULO AFONSO ENVOLVE 11 MILHÕES DE REAIS


EXCLUSIVO
VEREADOR DANIEL LUIZ DENUNCIA FRAUDE EM CONCORRENCIA PUBLICA NO HOSPITAL NAIR ALVES DE SOUZA , NO MUNICIPIO DE PAULO AFONSO BAHIA


O vereador Daniel Luiz, em entrevista exclusiva a este blog, informou, com as provas em mãos, de que teria havido fraude na concorrência da licitação da empresa contratada para prestar serviços de assistência de gerenciamento médico ao hospital Nair Alves de Souza, cujo valor do contrato é da ordem ,da bagatela, irrisória de ONZE MILHÕES QUATROZENTOS E UM MIL REAIS E MAIS UNS QUEBRADOS....
Descobriu que a mesma empresa além de receber o dinheiro do contrato celebrado com o  hospital Nair Alves de Souza; também recebe dinheiro do SUS para os procedimentos aos quais estão acordados no contrato cuja licitação celebrada prevê números mínimos de quantidade de médicos para as especialidades declaradas. Por exemplo; para médicos urgentistas pediatras deveriam ter 07 médicos disponíveis 24 horas (obviamente que não pode ser o mesmo médico para períodos alternados, ou seja regime de plantão); médico cirurgião urgentista seriam 05; e assim por diante. Tudo conforme  o  CADERNO DE ESPECFICAÇÃO TÉCNICA HNAS-0440R05-2011, produzido pela CHESF.
Diante das provas o vereador, em Salvador no momento, onde apresentou a documentação, oficiou a Superintendência da Polícia Federal em Salvador e a Procuradoria Geral da República, também em Salvador; além de pedir informações detalhadas ao Ministro da Saúde visando apurar as irregularidades ditadas pelo vereador, pois é visível que o números de médicos estipulados no contrato em momento algum corresponde ao número de médicos fornecido pela empresa contratada (SANSIM SERVIÇOS MÉDICOS LTDA),outro detalhe notório é que cada médico não só tem que ter obviamente o seu registro no CONSELHO DE MEDICINA, mas também tem que fazer prova de sua especialidade. Não pode um clínico atuar como médico cardiologista por exemplo.
Daniel Afirma que estará em Salvador em breve para denunciar o fato aos telejornais nacionais, porque acredita que tal absurdo dará repercussão nacional.
A CHESF terá que explicar se todos os médicos relacionados no contrato estão de fato contratados ,atuando em suas especificas especialidades e apresentar a cópia de todos os médicos contratados e relacionados no próprio caderno de especificações técnicas por ela elaborado e ainda explicar porque o SUS estaria repassando pagamentos para procedimentos cujos médicos contratados supostamente estariam sendo remunerados justamente para tais serviços, após concorrência pública.
Outra coisa que chama atenção é que a mesma empresa no ano de 2011 ganhou a concorrência COBRANDO 13 MILHÕES E 600 MIL E UM ANO DEPOIS (20112) GANHOU A CONCORRÊNCIA COBRANDO 11 MILHÕES E QUATROCENTOS MIL; ou seja após um ano o CUSTO "DIMINUIU" EM QUASE DOIS MILHÕES DE REAIS?
Teve desconto ou os médicos teriam ficados 2 milhões de reais mais baratos?

1 comentários

noni 17 de julho de 2012 20:53

Olá! boa noite Cecílio! meu nome é Eunice, fui secretária do comandante Aragão no final da década de 80 na BNA no (DepRMB na época) e lembro de você. Eu gostaria de saber notícias do Comandante, se possível. Hoje moro aqui no Rio e gostaria muito poder falar com ele outra vez.
Muitas felicidades e sucesso pra você e obrigada pela resposta.

eunice