.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

terça-feira, 10 de setembro de 2013

VEREADOR ANTONIO ALEXANDRE CONSEGUIU EXPULSAR O MÉDICO LUIZ AURELIANO?

TODOS EM PAULO AFONSO, NO NORTE DA BAHIA, SABIAM QUE O VEREADOR ANTONIO ALEXANDRE ESTAVA DETERMINADO EM DEFENESTRAR O VEREADOR E MÉDICO LUIZ AURELIANO; MAS O QUE ESTÁ POR DETRÁS DA RENÚNCIA DO MÉDICO ACUSADO DE HOMICÍDIO?




O vereador Antonio Alexandre, em entrevista exclusiva a esse blog afirmou que não mediria esforços para ver o médico Luiz Aureliano longe da Câmara de vereadores de Paulo Afonso, pois o médico é tido como persona non grata pelos seus pares. Pelo jeito então, Antonio Alexandre é bom conhecedor do ditado que diz que para um louco, somente outro louco e meio...

Contudo, além de determinado e um leão voraz partindo para sua presa, o vereador Antonio Alexandre teria intimidado o médico Luiz Aureliano mesmo? Ou inefavelmente tudo não passa de uma saída estratégica para quem está respondendo a um processo de homicídio doloso? Pois ao que parece fica fácil matar alguém desse jeito e depois mudar de residência, ausentando-se do distrito da culpa. São várias acusações, com vários inquéritos em andamento que pelo balanço da carruagem juridicamente não autorizaria o acusado em responder o processo em liberdade, uma vez que em tese o clamor público e a conveniência da instrução reclamaria o DECRETO DE PRISÃO PREVENTIVA. Com a chegada de novos juízes a cor do panorama poderia ser mudado e então, possivelmente o médico Luiz Aureliano poderia ter a prisão preventiva decretada.

A pergunta então é: Não seria burrice o médico acusado de homicídio doloso, persona non grata na cidade, ausentar-se do distrito da culpa? Abrindo mão de um mandato parlamentar, para incursionar numa nova aventura noutro Estado?

Resta a última interpretação , que consiste no fato de que médico sabe demais; poderia levar todo um grupo para a PRISÃO e a melhor das soluções seria o cala boca bem dado; pois todos sabem que o médico Luiz Aureliano tem a boca grande e a língua destravada; sabendo de tanta coisa á frente da Secretaria da Saúde, poderia testemunhar contra ou a favor de amigos ou inimigos. Aí fica a pergunta, até quando esse arquivo vivo permanecerá silente diante dos acontecimentos que poderiam comprometer a tudo e a todos?
Aureliano deixaria o grupo como cachorro sem dono, chutado e calado, após ser cooptado? Seria essa a estratégia? E se sair da cidade, não poderá ter sua prisão decretada? alea jacta est.

COM A PALAVRA, O LEÃO: ANTONIO ALEXANDRE!

0 comentários