.

.

Total de visualizações de página

Você é a favor da pena de morte?
Sim
Não

Pessoas Online

Arquivos

Meus Vídeos

Loading...

Seguidores

TV NBR AO VIVO

domingo, 1 de fevereiro de 2015

AUGUSTO VASCONCELOS; UMA FORÇA À ESQUERDA NO SINDICATO DOS BANCÁRIOS

JOVEM, INTELIGENTE, PROFESSOR UNIVERSITÁRIO E ADVOGADO,O NOVO PRESIDENTE DO SINDICATO DOS BANCÁRIOS JÁ ASSUME PREOCUPADO  COM A SEGURANÇA NOS BANCOS.



O Comandante Geral da Polícia Militar da Bahia, Coronel Anselmo Alves Brandão, recebeu a visita do presidente do Sindicado dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos, na manhã desta segunda-feira, 26. O principal tema da conversa foi a manutenção da parceria entre a corporação e o sindicato, bem como discutir mecanismos de combate aos assaltos a bancos na Bahia.
O Coronel Anselmo salientou a importância do Sindicato na conscientização dos banqueiros a investirem mais em equipamentos de segurança como película, câmeras e blindagem nas fachadas, além de alternativas tecnológicas.
Augusto Vasconcelos parabenizou o novo Comandante Geral e se colocou a disposição para manter a parceria com a Polícia Militar. Ele apresentou um relatório comparativo das ocorrências em bancos nos últimos anos e pontuou a existência de um projeto de lei que está parado na Assembleia Legislativa da Bahia, que seria uma ferramenta importante no combate às práticas criminosas contra os bancos e, consequentemente, contra a sociedade.
O Coronel Anselmo afirmou já ter conhecimento dos dados e que vem intensificando as atenções contra os assaltos a bancos. Para isso, o comando tem modificado a forma de emprego da tropa e utilizado equipamentos da corporação através de núcleos de inteligência na capital e no interior.
“Esses atentados mexem com a vida econômica, principalmente dos pequenos municípios. Além da sensação de insegurança e apreensão, gera transtornos financeiros para moradores e comerciantes, inclusive porque os bancos acabam não reponto os caixas eletrônicos destruídos”, disse o Coronel, que irá sugerir a implantação de câmeras integradas com as unidades policiais, para agilizar a ação policial e coibir o cometimento do crime.

0 comentários